Craque da Rodada

Craque da Rodada

Brasileirão 2012

Carregando tabela do Brasileirão...

Acompanhe o Campeonato Brasileiro no Brasileirão.org

Gosta de Gallo?

sábado, 18 de agosto de 2012

Em jogo que foi um verdadeiro teste para cardíaco o Náutico  com golaço de Martinez  vence o Bahia por 1 a 0 diante de pouco mais de 14.300 torcedores.

O JOGO

O Náutico entrou em campo com 5 desfalques, dentre eles peças chave como Kieza e Souza e com estreias de Dadá e Rogerinho.

O jogo em si foi feio, truncado e encardido sem muitos lances de perigo.  O Náutico chegou mais próximos do gol em duas oportunidades com Rhayner, mas nada que fosse de muito perigo. O Bahia pouco chutava e levava perigo mais nas jogadas criadas com Souza. Sem muitas outras emoções o jogo terminou o primeiro tempo empatado por 0 a 0.


Na volta do segundo tempo o Náutico voltou com o mesmo time que saiu já o Bahia realizou mudanças para tentar deixar o time mais ofensivo e com maior volume de jogo. As mudanças do Bahia funcionaram e o time passou a gostar do jogo e logo com 2 minutos de jogo numa cobrança de escanteio obrigou Gideão a realizar uma grande defesa a queima roupa. O Náutico segurou a pressão inicial do Bahia e procurou cadenciar mais a partida, mas esbarrava  na falta de pontaria do setor ofensivo e nas mãos de Marcelo Lomba. O Náutico realizou duas mudanças na tentativa de deixar o time mais ofensivo e tentar acertar mais na pontaria, saíram Rogerinho e Kim para a entrada de Rico e Lúcio. Nada que surtisse muito efeito já que os jogadores tiveram atuações bem ruins, não se encontrando no jogo, com o passar do tempo e a pressão da torcida pelo gol o técnico Gallo mudou mais uma vez pondo João Paulo no lugar de Douglas Santos. O Bahia também mudou pondo Lulinha no lugar de Hélder e pondo o time para cima. Mas ai aos 43 minutos brilhou a estrela de um craque, Martinez, que no inicio de jogo chegou a preocupar, pois sentia dores no quadril e recebeu a bola no meio campo avançou até a entrada da grande área e deu um chutaço, marcando um gol lindo. Estava anotado aos 43 minutos do segundo tempo, Náutico 1x0 Bahia. Daí para frente foi só administrar o jogo seguiu até os 48 quando o árbitro encerrou a partida.

Golaço de Martinez

ANÁLISE DO JOGO

Partida tecnicamente feia, onde brilhou a estrela de um craque MARTINEZ. Destaque para as boas estreias de Dadá e Rogerinho que mesmo sem entrosamento não deixaram a desejar. Destaque também para Gideão que fez mais uma partida muito boa e garantiu a invencibilidade do placar alvirrubro. Lúcio e Rico foram às decepções, assistindo ao jogo hoje deu para perceber o porquê deles não serem titulares. No mais o time esta de parabéns pela vitória, agora é focar no clássico de domingo, buscar a terceira vitória seguida e subir cada vez mais na tabela rumo a Sul-americana.

Ficha do jogo

Náutico

Gideão; Alessandro, Marlon, Jean Rolt e Douglas Santos (João Paulo); Dadá, Martinez, Rogerinho (Lúcio) e Rayner; Kim (Rico) e Araújo. Técnico: Alexandre Gallo

Bahia
Marcelo Lomba; Neto, Titi, Danny Morais e Hélder (Lulinha); Fabinho (Diones), Victor, Fahel e Mancini (Ciro); Gabriel e Souza. Técnico: Caio Júnior

Estádio: Aflitos. Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA-MG). Assistentes: Janette Mara Arcanjo (FIFA-MG) e Marcus Vinícius Gomes (MG). Gol: Martinez. Cartões amarelos: Hélder, Gabriel, Diones, Mancini (BA), Kim, Marlon, Dadá,
Martinez (N). Público: 14.358. Renda: R$ 244.550.


quinta-feira, 16 de agosto de 2012


O Náutico entrou e campo ontem contra a equipe do São Paulo, buscando a vitória para iniciar bem a sequencia de jogos em Recife e se afastar ainda mais do Z-4 e mirar a Sul-americana. E ontem definitivamente o Náutico mostrou um futebol de série A.

O JOGO

A partida começou movimentada e nos 5 minutos iniciais o São Paulo tocava a bola e chutou  a gol onde Gideão fez fácil defesa. O Náutico com uma marcação eficiente e jogando com velocidade nos contra-ataques passou a impor o seu jogo diante do São Paulo e logo no inicio do jogo Araújo perde chance de cara após rebote de Rogério Ceni. Kieza também deu um chute a gol. E depois de tanto insistir o gol saiu aos 12 minutos em bola rebatida, Kieza chuta e a bola bate na mão de Rafael Toloi e o árbitro marcou pênalti. Kieza foi para cobrança e com categoria mandou para o fundo das redes, fazendo Náutico 1 a 0. E aos 28 Araújo enfiou para Rhayner que deixou o marcador no chão e avançou para pequena área bateu no gol, mas Rogério fez boa defesa dando rebote e Araújo Samurai não desperdiçou chutou no fundo do gol fazendo Náutico 2 a 0. O São Paulo foi para cima, mas de nada adiantou o Náutico continuou senhor do jogo e teve mais chances de fazer o terceiro do que levar o primeiro. Souza em noite inspirada cobrou boas faltas obrigando Rogério Ceni a fazer boas defesas e nesse ritmo de pressão alvirrubra que o primeiro tempo se encerrou.


O segundo tempo começou movimentado e todos esperavam que o São Paulo fosse partir ao ataque buscando diminuir o placar, mas não foi oque aconteceu. O Náutico continuou com ritmo forte muito veloz nos contra-ataques e não deu espaço para o São Paulo.  E logo aos 16 minutos ampliou o placar num lance nada convencional em falha grotesca de Rogério Ceni que após cobrança de escanteio de Souza saio pra afastar de soco à bola, porém betu mal e a bola foi para traz e acabou caindo dentro do gol tricolor, decretando Náutico 3 a 0. E a pressão continuou, mesmo vencendo por 3 a 0 o Náutico continuou dominando o jogo e partindo bem nos contra-ataques a marcação paulista estava perdida em campo e a melhor chance do São Paulo foi numa cobrança perigosa de falta de Rogério Ceni. Com o placar definido o Náutico continuou pressionando e administrando o jogo até o apito final e aos 49 o árbitro encerrou o jogo.


ANÁLISE DO JOGO

 Partida impecável time foi muito bem, jogou de forma tática com muita categoria, velocidade, marcação e força ofensiva. O time foi guerreiro teve muita raça e jogou num coletivo extraordinário. Souza, Araújo, Rhayner e Martinez jogaram uma barbaridade, mas de forma geral todo time atuou bem. Não houve falhas na zaga o ataque foi certeiro e não teve vida fácil para o São Paulo. Agora é focar no jogo contra o Bahia no próximo sábado e mesmo sabendo que não teremos Souza, Ronaldo Alves e Kieza sabemos que temo reservas a altura, e o bom é que jogaremos o clássico com força total.  


Ficha do jogo
Náutico

Gideão; Patric, Marlon, Ronaldo Alves (Jean Rolt) e Douglas Santos (Lúcio); Elicarlos (Ramirez), Martinez, Souza e Rhayner; Araújo e Kieza. Técnico: Alexandre Gallo

São Paulo

Rogério Ceni; João Felipe (Casemiro), Rafael Toloi e Rodolfo; Douglas (Paulo Assunção), Denilson, Maicon, Jadson (William José) e Cortês; Cícero e Ademilson. Técnico: Ney Franco

Estádio: Aflitos. Árbitro: José de Caldas Souza (TO). Assistentes: Carlos Emanuel Manzolillo (TO) e Lúcio da Silva de Matos (PA). Gols: Kieza, Araújo, Rogério Ceni (contra). Cartões amarelos: João Felipe, Douglas, Cortês (SP), Kieza, Ronaldo Alves, Souza, Ramirez (N). Público: 14.022. Renda: R$ 233.450.

Tradutor

Google-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

Responsável

Carlos Walfrido
Estudante, blogueiro e apaixonado pelo Clube Náutico Capibaribe.
Visualizar meu perfil completo

Contato

nacaoalvirrubra_cnc
@hotmail.com

Visitantes

Seguidores

Facebook